Governo italiano sugere venda de unidade fixa da TI para estatal

Um consultor do governo italiano sugeriu à Telecom Itália separar a unidade de telefonia fixa e vendê-la à agência de financiamento estatal Cassa Depositi e Prestiti antes de listá-la em bolsa, informaram os jornais italianos nesta Quinta-feira.Os diários citam um documento enviado à Telecom Itália no último dia 5, dois dias antes de uma reunião entre o presidente da companhia, Marco Tronchetti Provera, e o executivo-chefe da News Corp., Rupert Murdoch, promovida para discutir um acordo de conteúdo entre as duas empresas.O documento foi preparado por Angelo Rovati, que os jornais definem como "um consultor do primeiro-ministro Romano Prodi", e sugere que a unidade de telefonia fixa seja separada do grupo principal e vendida ao governo, que então revenderia parte dela por meio de uma oferta pública inicial de ações.A intenção de criar duas unidades separadas, uma para operações de telefonia fixa e outra para móvel, foi anunciada oficialmente pela TI depois, em reunião promovida pelos executivos da companhia na última segunda-feira, dia 11. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

14 de setembro de 2006 | 09h15

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.