GP compra 40% da rede de churrascarias Fogo de Chão

O grupo GP anunciou ontem a compra de 40% do capital da rede de churrascarias Fogo de Chão. Especializado na aquisição de participações em empresas, o GP pagou US$ 64 milhões pelas ações. O GP investiu US$ 32 milhões em recursos do fundo de private equity GP Capital Partners III. O resto do dinheiro foi levantado junto a outros investidores.A Fogo de Chão tem nove endereços, sendo três no Brasil e seis nos Estados Unidos. Com o investimento do GP, os irmãos Arri e Jair Coser, donos da rede, pretendem abrir três novas casas por ano. É o primeiro caso no Brasil de uma churrascaria que recebe um aporte de um grande investidor financeiro. O grupo GP tem participações em empresas como a Telemar, a ALL e a Cemar. Desde 1995, a empresa comprou 35 companhias, em nove setores.O negócio com a rede pode ir além. "O passo que demos sinaliza uma possibilidade de abertura de capital no futuro, mas não se trata de um compromisso", diz Arri Coser, que estava nos Estados Unidos ontem para finalizar a negociação. As conversas com o GP começaram em fevereiro. Coser diz que os seis meses gastos no acordo foram um recorde para esse tipo de negociação. A rede pretende usar o dinheiro para crescer mais rápido. "Desde 2000, vínhamos mantendo um ritmo forte de expansão, com a abertura de uma nova casa por ano", diz ele. "Agora, vamos acelerar ainda mais."Novos restaurantesA rede especializada em rodízio de carnes no estilo gaúcho deve chegar ainda este ano a Belo Horizonte e à cidade de Filadélfia, na Pensilvânia, nos Estados Unidos.A Fogo de Chão surgiu em Porto Alegre na década de 70. Foi quando os irmãos abriram a primeira churrascaria, com o dinheiro economizado com salários e gorjetas recebidas por Arri trabalhando em restaurantes. A churrascaria dos irmãos Coser inovou ao buscar o público do centro de Porto Alegre e não da beira de estrada.Em 1985, a rede desembarcou em São Paulo e abriu uma filial em Dallas, nos EUA, em 2000. Os planos dos irmãos Coser prevêem maior crescimento nos EUA que no Brasil. Quase 80% do faturamento do Fogo de Chão vêm dos EUA. Com o sucesso da rede nos EUA, a receita disparou. Em 2006, o Fogo de Chão deve faturar cerca de US$ 96 milhões. A rede atende 1,5 milhão de clientes por ano.Além de Dallas, a rede tem restaurantes em Houston, Atlanta, Chicago, Beverly Hills e Washington. Depois de abrir a filial da Filadélfia, deve abrir outra em Minneapolis.

Agencia Estado,

24 de agosto de 2006 | 09h54

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.