Grécia planeja levantar € 5 bi com emissão de bônus de 7 anos

Prêmio de referência dos bônus de sete anos foram estabelecidos na área de 310 pontos-base sobre as mid-swaps, o que equivale a um retorno para o investidor de cerca de 6,05%

Danielle Chaves, da Agência Estado,

29 de março de 2010 | 08h37

A Grécia planeja levantar 5 bilhões de euros (US$ 6,7 bilhões) em uma terceira oferta de bônus neste ano. Segundo um dos bancos coordenadores da operação, a demanda já gira em torno desse valor. "Nós estamos no mercado. Ainda está cedo, mas as propostas de compra parecem muito encorajadoras", afirmou Petros Christodoulou, diretor da Autoridade de Gerenciamento de Dívida Pública (PDMA, na sigla em inglês) da Grécia.

 

O spread (prêmio) de referência dos bônus de sete anos foram estabelecidos na área de 310 pontos-base sobre as mid-swaps, o que equivale a um yield (retorno para o investidor) de cerca de 6,05%, em comparação com 2,67% pagos sobre os bônus comparáveis do governo alemão. Esse spread sugere que a Grécia vai pagar cerca de 3,40 pontos porcentuais a mais do que a Alemanha sobre a dívida equivalente, o que é muito mais do que o governo grego gostaria de pagar.

 

No início deste mês, autoridades gregas indicaram que, idealmente, não gostariam de pagar mais do que 2 pontos porcentuais acima do que a Alemanha paga para tomar empréstimos nos mercados de bônus. "Os spreads só vão cair quando o mercado não enxergar riscos de refinanciamento e essa emissão faz parte do processo", disse um operador de um banco grego. "Eu acho que essa emissão era previsível, esperada e terá sucesso", completou.

 

A Grécia contratou Alpha Bank, Bank of America Merrill Lynch, Emporiki Bank, ING Groep e Société Générale como líderes da transação. Em abril a Grécia tem de pagar 11 bilhões de euros em obrigações de serviço da dívida, de acordo com dados da PDMA. Em maio, mais 11,646 bilhões de euros em dívida vencerão.

 

Até agora a Grécia já vendeu 18 bilhões de euros em bônus e tem necessidade total para este ano de 54 bilhões de euros. Em 4 de março, o país emitiu 5 bilhões de euros em bônus de 10 anos com spread de 300 pontos-base sobre as mid-swaps. Em 26 de janeiro, a Grécia vendeu 8 bilhões de euros em bônus com vencimento em 2015, a 350 pontos-base sobre as mid-swaps e com yield de 6,123%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciabônus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.