Greve de pilotos da Lufthansa chega ao segundo dia

Os pilotos da companhia aérea alemã Lufthansa entraram em seu segundo dia de greve, estendendo a paralisação aos voos de longa distância, para fora da Europa.

Estadão Conteúdo

02 Dezembro 2014 | 10h45

A greve, que começou na segunda e deve terminar à meia noite desta terça-feira (horário local), acontece porque a categoria não aceita o fim do salário de transição para aqueles que decidem se aposentar antes dos 60 anos. A empresa não quer mais pagar a compensação, citando crescentes dificuldades com a concorrência.

Dos 2.800 voos programados para os dois dias, 1.350 foram cancelados. Embora alguns voos de carga tenham sido remarcados, nenhum deles foi afetado. Cerca de 150 mil passageiros foram afetados.

A Lufthansa informou que as outras empresas aéreas do grupo, Germanwings, Swiss, Austrian Airlines, Brussels Airlines e Air Dolomiti, não foram afetadas. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Lufthansagrevepilotos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.