Greve suspende operações do sistema Tesouro Direto

O secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Paulo Valle, afirmou hoje que o Tesouro tem um plano de contingência para operar durante o período de greve dos funcionários do órgão. Por este plano, o Tesouro vai conseguir realizar as operações de compra e venda de Notas do Tesouro Nacional Série B e também as recompras de quarta-feira do Tesouro Direto. O plano de contingência, no entanto, não conseguirá garantir a realização do leilão de troca e também das operações de venda do Tesouro Direto, por estas serem mais complexas e exigirem uma participação maior de funcionários. O Tesouro Direto é o sistema eletrônico de compra e venda de títulos públicos. Por meio dele, pessoas físicas podem comprar e vender títulos do Tesouro diretamente pela internet. Segundo Valle, a adesão à greve é significativa, envolvendo todos os funcionário abaixo dos coordenadores gerais e coordenadores, mas ele acredita em uma solução rápida para o problema. De acordo com o secretário, a greve não é desejável, mas não vai afetar a estratégia de rolagem da dívida pública. Segundo ele, o plano de contingência vai garantir os principais leilões previstos pelo Tesouro, entre eles, o de LTN (títulos prefixados), a ser realizado na próxima quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.