Grupo de consumidores abre queixa formal contra Telecom Italia

O grupo de consumidores italianos Adusbef abriu queixa formal sobre o controverso plano de reestruturação da Telecom Italia. O Adusbef quer que o tribunal de Milão investigue os documentos originalmente enviados para a TI por um conselheiro econômico do primeiro-ministro Romano Prodi.Na queixa, o grupo menciona a fusão, realizada no ano passado, da Telecom Italia Mobile com a Telecom Italia. O grupo quer que os promotores investiguem se a fusão prejudicou os acionistas minoritários da TI.Na sexta-feira, Marco Tronchetti Provera renunciou ao cargo em meio a críticas a um novo plano de reestruturação da companhia e a uma possível venda da unidade móvel.O grupo de consumidores, que no passado já entrou com queixas semelhantes no mesmo tribunal, também quer que sejam investigadas a rede de relacionamentos e as ligações entre o governo italiano e o Goldman Sachs.O Adusbef quer, ainda, que os promotores chequem supostas especulações de mercado e insider information (informação privilegiada) na negociação de ações da TI. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2006 | 15h55

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.