Grupo Fleury aprova venda de ativos para atender ao Cade

O Grupo Fleury informou há pouco que o seu Conselho de Administração aprovou por unanimidade a venda de um conjunto de ativos para atender à determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para finalização da compra da Labs Cardiolab Exames Complementares.

MATEUS FAGUNDES, Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2014 | 00h20

De acordo com o comunicado do Fleury, o Conselho aprovou a alienação de um conjunto de ativos localizados na cidade do Rio de Janeiro, que tiveram, em 2013, uma receita aproximada de R$ 28 milhões, conforme determinava o Termo de Compromisso de Desempenho do Cade.

Mais cedo, o Cade havia aprovado com restrições a compra da Labs Cardiolab Exames Complementares, do grupo FMG, pelo Grupo Fleury. Para dar o aval à operação, o órgão antitruste determinou que o grupo Fleury se desfizesse de ativos - confidenciais - com valor equivalente a R$ 28 milhões.

"Considero crítica a concentração na oferta de oito tipo de exames clínicos", afirmou o conselheiro relator do caso, Márcio de Oliveira. Segundo a análise do Cade, a operação teria impactos concorrenciais nos municípios paranaenses de Curitiba de São José dos Pinhais, e nas cidades fluminenses de Niterói e Rio de Janeiro. O órgão também aprovou a compra da Clínica Radiológica Menezes da Costa pela Labs Cardiolab e a aquisição da Diagnolabor Exames Clínicos pela Delta FM&B.

Tudo o que sabemos sobre:
CadeLabs CardiolabGrupo Fleury

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.