Há espaço para crescimento no País, diz CEo da Marcopolo

O CEO da Marcopolo, Rubens De la Rosa, afirmou que há espaço para o crescimento das vendas da empresa no Brasil e no exterior. Ao ser questionado sobre a queda das vendas na companhia, o executivo informou que a empresa se comprometeu a rever o "guidance" de receitas para este ano. Segundo ele, se houver a revisão, ela será feita em agosto. Por isso, ele evitou falar sobre queda de vendas.

ADRIANA FERNANDES E JOÃO VILLAVERDE, Agência Estado

14 de julho de 2014 | 16h36

Rosa reconheceu, no entanto, que o cenário é mais complicado para a economia brasileira. "A Copa deu uma esfriada. Tivemos problemas de transporte rodoviários. Diminuiu a demanda por ônibus", afirmou o CEO, que participa em Fortaleza do Encontro Empresarial dos Brics. De la Rosa é presidente do conselho empresarial do Brics para o Brasil.

Na sua avaliação, podem ocorrer flutuações nas vendas, mas as perspectivas seguem favoráveis. "2014 não é ano de pico, mas segue positivo para os anos seguintes", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
MarcopoloBrics

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.