Há otimismo com ações de mineração

Analistas estão otimistas com as perspectivas de desempenho das ações do setor de mineração. No segmento de minério de ferro, as gigantes BHP Billiton e Rio Tinto podem conseguir aumento entre 20% e 30%, já que as negociações com as fabricantes de aço da Ásia parecem guinar a favor das mineradoras. Essa é a previsão de analistas dos bancos de investimento ANZ, JP Morgan e Citigroup. Nesta perspectiva, a Vale do Rio Doce também é beneficiada. As três companhias, juntas, respondem por mais de 70% das exportações de minério de ferro e atualmente travam negociações com as siderúrgicas japonesas para definir os preços dos próximos anos. Segundo analistas, a demanda chinesa por minério de ferro da Austrália e do Brasil deve crescer, já que a Índia usará sua produção para satisfazer a demanda doméstica. A Vale do Rio Doce também é beneficiada pela notícia da incorporação da Caemi, anunciada ontem. Segundo a analista do Banif Investment Banking, Catarina Pedrosa, a operação já era esperada por investidores, "mas não para agora". Ela afirma que a operação vai trazer várias reduções de custos para as duas empresas. Outros analistas também avaliaram a incorporação como um excelente negócio para a principal mineradora brasileira, que irá se beneficiar pelo fato da Caemi ser uma grande geradora de caixa. A analista da Corretora Ágora Senior, Cristiane Viana, lembra que esse é um ativo estratégico, que irá beneficiar o resultado da Vale. Na avaliação da Corretora HSBC, a geração de caixa da Caemi deve ser ainda maior este ano com a perspectiva de aumento no preço do minério. Além disso, a Vale vai se beneficiar do fato de estar incorporando uma empresa com poucas dívidas. A Corretora HSBC destacou, no entanto, que a incorporação pode ser considerada ruim em termos de governança. A instituição destaca que na hora de se fixar a relação de troca entre os dois papéis foi levada em conta a média de preço dos últimos 90 dias, período em que a Vale fez uma operação que prejudicou o desempenho dos papéis da Caemi na Bovespa. Alguns analistas apontam ainda que a operação poderá sinalizar ao mercado que a empresa tenderá a adotar, futuramente, um modelo de controle pulverizado. Com base nesta avaliação, há a expectativa para que uma eventual valorização das ações da Vale seja maior nas ações ordinárias do que nas preferenciais. No entanto, especialistas ressaltam que, em um primeiro momento, a tendência do investidor é a de procurar as ações mais líquidas, no caso, as PNA da mineradora. Com informações da agência Dow Jones

Agencia Estado,

25 de janeiro de 2006 | 12h44

Tudo o que sabemos sobre:
ações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.