HK tem recuo de 0,1%, à espera de índices dos EUA

O índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong fechou o pregão de hoje com uma ligeira baixa, de 0,1%, pressionado pela queda nas ações de bancos e de empresas que negociam com a China. Os papéis das seguradoras e das companhias imobiliárias, por outro lado, tiveram alta. O mercado aguarda a divulgação, nos EUA, dos índices de inflação no atacado e no varejo. O primeiro será divulgado hoje e o segundo deve sair amanhã. Na China, a bolsa fechou em alta, animada com a notícia de que o governo aumentará o limite de investimento das seguradoras no mercado de ações, conforme divulgou um jornal local. O Xangai Composto subiu 1,6% e o Shenzhen Composto, 1,7%. A Citic Securities teve valorização de 2,7%, o China Merchants Bank ganhou 1,6% e a China Petroleum & Chemical avançou 2,2%. No sistema automático de preços, a moeda chinesa sofreu nova desvalorização, com o dolár fechando a 7,9937 yuans, contra 7,9878 ontem. Na paridade central, o dólar alcançou 7,9950 yuans, contra 7,9928 ontem. Segundo os operadores, a variação da paridade central nos dois dias desta semana pode indicar que o governo esteja disposto a permitir maior flutuação da moeda. A bolsa de Taiwan fechou praticamente estável, com alta de 0,04% no índice Taiwan Weighted. Ganhos nas ações do setor de tecnologia foram ofuscados pelas perdas no setor financeiro. Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 registrou ao final do pregão uma perda de 0,7%, refletindo a decepção dos investidores com o resultado de algumas empresas. O mercado de ações das Filipinas, o índice PSE Composto fechou com ligeira alta de 0,1%. As ações mais negociadas foram as do grupo Megaworld, que atua nos ramos imobiliário, hoteleiro e de seguros. A empresa obteve valorização de 5,5% após divulgar que seus lucros mais que dobraram no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior. Na Coréia do Sul, o mercado não funcionou devido ao feriado do Dia da Independência. O índice composto de 100 blues chips da bolsa da Malásia fechou em baixa de 0,22%; o Strait Times, da bolsa de Cingapura, perdeu 0,4%, e o JSX Composto, da bolsa de Jacarta, Indonésia, encerrou em alta de 0,64%. (As informações são da Dow Jones)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.