Hong Kong recua 0,44% com realização de lucros

Realizações de lucros levaram a Bolsa de Hong Kong a fechar a sessão em queda. O índice Hang Seng recuou 0,44%, aos 20.711,65 pontos. Mas analistas não vêem sinais de preocupação e o mercado espera notícias positivas na próxima semana, quando o governo deve divulgar o orçamento anual, na quarta-feira. O destaque do pregão foi o salto de 68% na cotação da Huiyuan Juice em sua estréia na Bolsa. O pulo foi impulsionado por investidores buscando exposição no mercado consumidor chinês. A construtora China Properties, outra debutante, caiu 3,1%. O HSBC, ainda afetado pela deterioração de seus empréstimos hipotecários no mercado norte-americano, teve a quarta queda seguida, de 0,4%, a despeito da demissão de seu chefe de operações na América do Norte, Bobby Mehta. Na Coréia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul teve alta de 0,3%, fechando com um novo recorde de pontos (1.469,88), liderado por ações de construtoras e corretoras. Samsung Securities avançou 4,4%. Os papéis de construtoras tiveram valorização em razão da expectativa sobre a aprovação de novas leis que beneficiarão o setor. Hyundai Engineering & Construction teve aumento de 3,4%. As ações de empresas de tecnologia registraram baixa, mas LG.Philips subiu 3,1% em razão das informações sobre a venda de parte do controle da empresa. No mercado filipino, o índice PSE Composto da Bolsa de Manila encerrou o dia em alta de 0,7%, aos 3.389,37 pontos, em um pregão de grande volume. As perspectivas para o mercado na próxima semana são de alta, em razão das baixas taxas de juros. ?Embora possa haver realização de lucros no final da semana?, disse Chelsea Dipasupil, da RCBC Securities. PNOC-Energy Development, a ação mais negociada do pregão, avançou 12% em razão das informações de que as instituições financeiras do governo podem comprar papéis da empresa para investimento em portfólio. PLDT teve alta de 0,6% e Ayala Corp subiu 1,6%. A Bolsa de Sydney, na Austrália, também registrou alta. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,3%, aos 6.036,1 pontos, estimulado pelo anúncio do Coles Group de reestruturar seu comando. A notícia fez com que os papéis da empresa subissem 8,6% antes mesmo do início da venda das ações. A medida pode levar a um significante reinvestimento no mercado. BHP subiu 0,6% em razão da alta nos preços dos metais de base ontem. Oxiana teve aumento de 2,1% e Zinifex avançou 1,8%. Dividendos maiores do que os esperados fizeram com que QBE subisse 3%. Paperlinx teve aumento de 5,8%, mas Billabong caiu 3,6%. O índice JSX Composto, da Bolsa de Jacarta (Indonésia), recuou 0,93%, aos 1.791,55 pontos. Telekomunikasi Indonesia perdeu 2,6%; Bank Mandiri recuou 1% e a montadora Astra International, 1,7%. Na Malásia, o índice composto de 100 blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur encerrou em alta de 0,54%, aos 1.283,47 pontos. Na Bolsa de Cingapura, o índice Strait Times avançou 0,66%, aos 3.310,44 pontos. As Bolsas da China e de Taiwan não funcionam em razão do feriado do Ano Novo Chinês. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.