Hong Kong recupera-se e fecha em alta de 0,19%

A bolsa de Hong Kong encerrou seus negócios nesta quarta-feira em alta. O Índice Hang Seng subiu 0,19% com procura por cobertura de posições no mercado futuro no período da tarde, depois de ter registrado declínio na primeira metade do pregão. Os papéis da PCCW registraram baixa de 2%, a maior do dia, acumulando queda de 10,7% desde a semana passada. A realização de lucros de papéis do Banco da China fez com o Xangai Composto encerrasse o dia em queda de 0,3%. As ações do banco caíram 1,3%, depois de valorização de 1,4% registrada ontem. Já o Shenzhen Composto fechou praticamente estável, com ligeira alta de 0,01%. O yuan subiu e no fim do dia o dólar caía para 7,9910 yuans no sistema automático de preços, de 7,9920 terça-feira. O índice Taiwan Weighted, da Bolsa de Taiwan, caiu 0,1%, aos 6.634,09 pontos, depois de atingir 6.725,42 pontos no período da manhã estimulado pela alta do Dow Jones ontem. Mas as preocupações sobre a possível alta de taxa básica de juros no Japão fizeram com que o principal índice da bolsa taiwanesa caísse no período da tarde. A queda na bolsa do Japão, o nervosismo provocado pelo vencimento de opções amanhã e a divulgação dos resultados da Samsung Electronics na sexta-feira fizeram com que o índice Kospi, da bola sul-coreana, fechasse em baixa de 0,3% nesta quarta-feira. Esse movimento de baixa foi, porém, equilibrado pela procura de papéis do setor de tecnologia, principalmente de empresas sobre as quais havia preocupações sobre o resultado no segundo trimestre. Investidores acreditam que essas empresas terão melhores performances no próximo período. Em Manila, o índice PSE Composto encerrou o dia em queda de 0,5%, puxado pela desvalorização de blue chips, liderada pelos papéis da Philippine Long Distance Telephone Co. (PLDT), que registraram baixa de 0,8%. As ações da empresa também sofreram realização de lucros depois de dois dias de alta, estimulada pelo anúncio de que a empresa adquiriu a operadora de call center SPI Technologies. A forte alta nos preços das commodities e um aumento pequeno dos preços de papéis de empresas americanas superaram a queda do Nikkei 225 da bolsa japonesa e elevaram o principal índice da bolsa australiana, cujo índice S&P/ASX 200 fechou em alta de 0,4%. Na Malásia, o Índice Composto das 100 principais blue chips fechou em alta de 0,4%. O Índice SET da bolsa tailandesa encerrou o pregão em alta de 0,2%. (As informações são da Dow Jones).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.