Ibovespa acompanha exterior e cai após dados na China

Bolsas no exterior passaram a cair após China ter divulgado crescimento da indústria e do comércio abaixo da expectativa

Lucana Antonello Xavier, da Agência Estado,

13 de março de 2014 | 10h41

As bolsas nos EUA abriram em alta bem moderada, diante das preocupações

com a China, que anunciou crescimento da indústria e do comércio abaixo da expetativa. O Ibovespa abriu em alta com dados positivos nos EUA, mas desacelerou os ganhos ainda pela manhã, com estrangeiros vendendo ações da Petrobrás e Vale.  

Às 11h40, o Ibovespa recuava 0,23%, aos 45.754 pontos. As ações da Petrobrás caíam 0,40% (ON) e 0,68% (PN), enquanto as da Vale tinham baixa de 0,46% (ON) e 0,34% (PN).

Em Nova York, o Dow Jones recuava 0,07%, o Nasdaq, 0,27%, e o S&P 500, 0,10%.  

As vendas no varejo dos EUA subiram 0,3% em fevereiro ante janeiro, considerando-se ajustes sazonais. Excluindo-se automóveis, as vendas das varejistas também avançaram 0,3% na mesma comparação. Economistas previam alta de 0,2% nas vendas do varejo em geral e de 0,1% no resultado que exclui automóveis.

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaEUAvarejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.