Ibovespa encerra dia com valorização de 0,89%

No último dia útil de 2012 para a Bovespa, os investidores foram às compras e ajudaram o principal índice doméstico a encerrar o ano no azul, na contramão do exterior. O desempenho do mês de dezembro conseguiu garantir a segunda melhor valorização mensal, perdendo apenas para janeiro, quando subiu mais de 11%. A alta de papéis importantes do índice - Vale, Petrobras, siderúrgicas e bancos - mostrou que alguns fundos deixaram para fazer ajustes de última hora, temendo alguma novidade na questão do abismo fiscal nos Estados Unidos, que até o momento não surgiu.

ALESSANDRA TARABORELLI, Agencia Estado

28 de dezembro de 2012 | 18h22

O Ibovespa encerrou esta sexta-feira (28) com valorização de 0,89%, aos 60.952,08 pontos. Na semana, o índice acumulou leve perda de 0,09%. No mês, o ganho ficou em 6,05% e, no ano, totalizou 7,40%. Na mínima, o Ibovespa marcou 60.416 pontos (estável) e, na máxima, 61.066 pontos (+1,08%).

"O que ajudou a Bolsa a descolar de Nova York hoje foram os ajustes de alguns fundos e de alguns investidores que deixaram para o último instante, esperando que alguma solução sobre o abismo fiscal pudesse aparecer ainda esta semana. Como nada aconteceu, esses investidores entraram comprando para garantir algum ganho aos seus clientes ou reduzir perdas", avaliou o operador de uma corretora paulista.

As blue chips - Petrobras e Vale - terminaram o dia no azul. O papel ON da petroleira subiu 0,26% e o PN, +0,57%. Já a ação ON da mineradora registrou ganho de 0,28% e a PNA, +0,17%. Entre as siderúrgicas, Gerdau PN avançou 0,34%, Gerdau Metalúrgica PN (+2,46%), Usiminas PNA (+0,79%) e Siderúrgica Nacional ON (+2,42%). Entre os bancos, Bradesco PN registrou avanço de 0,63%, Itaú Unibanco PN (+0,63%), Banco do Brasil ON 2,15% e Santander units 2,18%.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.