Ibovespa fecha em queda de 0,51%, a 37.822 pontos

Depois de atingir 38.804 pontos (+2,08%), batendo mais um recorde de pontuação, o Ibovespa perdeu força na última hora do pregão e fechou em queda de 0,51%, a 37.822 pontos, com volume financeiro vigoroso, de R$ 3,12 bilhões. Foi o maior giro desde 14 de dezembro de 2005, quando foram registrados R$ 4,5 bilhões, dos quais R$ 1,16 bilhão representou o vencimento do índice da bolsa. A disparada inicial da bolsa hoje foi motivada, principalmente, pelos papéis do setor de siderurgia, que refletiram a proposta de compra da Arcelor pela Mittal. À tarde, a realização de lucros foi puxada pelos papéis da Petrobras e Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

Agencia Estado,

27 de janeiro de 2006 | 18h28

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.