Ibovespa inicia março em queda de 1,09%

Bolsa tem recuo em meio à fraqueza dos mercados no exterior

Claudia Violante, O Estado de S. Paulo

02 de março de 2015 | 10h58

Atualizado às 18h00

A Bovespa devolveu nesta segunda-feira, 2, parte dos 10% de ganhos acumulados em fevereiro. Operou o dia todo no vermelho e terminou com retração de 1,09%, aos 51.020,81 pontos. A queda foi bastante disseminada pelas ações da Bolsa, com destaque para Eletrobras e Vale. 

Com o recuo de hoje, o Ibovespa diminuiu os ganhos acumulados no ano a 2,03%. Por causa da agenda esvaziada da sessão, o giro também foi mais contido e totalizou R$ 5,246 bilhões. 

O puxão de orelha que a presidente Dilma Rousseff deu no ministro da Fazenda, Joaquim Levy, por causa de declarações desastradas dadas na última sexta-feira foi citado nas mesas como mais um fator a criar instabilidade neste momento de insegurança com o futuro da economia doméstica. Ao falar sobre as desonerações promovidas por seu antecessor, Levy se dirigiu a elas como uma brincadeira, por exemplo. 

Como o mercado está vivendo um dia de cada vez e não vive mais em lua-de-mel com o governo, fica ressabiado que isso vá desandar ainda mais a execução do ajuste fiscal. Ainda mais porque políticos criticaram a declaração e as medidas que engrossam o caixa do governo ainda não foram votadas no Congresso. 

A China também foi citada pelos investidores como um fator negativo, após um corte de juros que, pela manhã, acabou tendo leitura positiva. À tarde, o que se ouviu é que a desaceleração econômica da China pode dificultar nossa recuperação e que, se teve que cortar a sua taxa de juros o país mostra que está tendo dificuldade de retomar a trajetória firme de crescimento. 

Vale terminou com forte baixa, mas não por causa dos chineses. Foi rebaixada pelo Itaú BBA e a ação ON caiu 3,25% e a PNA, 3,13%. Petrobrás ON recuou 2,11% e a PN, 1,78%. E Eletrobras liderou as perdas do Ibovespa, com -7,07% a PNB e -4,49% a ON. 

Nos EUA, as bolsas se encaminhavam para um fechamento em alta. O Dow Jones subia 0,69%, S&P avançava 0,50% e o Nasdaq tinha alta de 0,76%. 

Tudo o que sabemos sobre:
bolsabovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.