Ibovespa oscila após Bernanke em meio a quedas em NY

Há instantes, o Ibovespa oscilava ao redor da estabilidade, com leve alta de 0,09%, aos 64.519,10 pontos

Rosangela Dolis, da Agência Estado,

21 de julho de 2010 | 15h43

A fala do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, ao Comitê Bancário do Senado às 15 horas, teve impacto negativo imediato sobre as bolsas de valores. Os mercados se deterioram rapidamente. O Ibovespa, que operava em alta na casa de 0,40%, chegou a virar para negativo (-0,20%), depois retomou momentaneamente a alta e voltou a ceder, pressionado pelas fortes perdas das bolsas em Nova York. Há instantes, o Ibovespa oscilava ao redor da estabilidade, com leve alta de 0,09%, aos 64.519,10 pontos. Em Nova York o Dow Jones caía 1,07%; o Nasdaq, cedia 1,14%; e o S&P500, perdia 1,14%.

Em seu informe semestral sobre as condições da economia e a política monetária, Bernanke sinalizou que não há medidas iminentes para fomentar a recuperação da economia, apesar de uma "perspectiva bastante mais fraca" de crescimento, e assegurou que o Fed vai manter uma postura flexível diante de uma perspectiva econômica "anormalmente incerta".

Ele informou ainda que o Fed permanece preparado para adotar medidas de política econômica se for necessário, para fomentar um retorno à plena utilização do potencial produtivo de nosso país, num contexto de estabilidade dos preços.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaIbovespaBenBernankeFed

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.