Ibovespa segue mercado externo e cai

À espera da divulgação do balanço, após o fechamento dos mercados, as ações PN da Petrobras recuavam

Vinícius Pinheiro, da Agência Estado,

19 de março de 2010 | 12h41

Após ensaiar uma alta, a Bolsa logo inverteu a tendência e passou a cair, em linha com os mercados em Nova York, onde acontece o vencimento quádruplo (quadruple witching) - de futuros e opções de índices, opções e futuros de ações, evento que costuma adicionar volatilidade aos negócios. Às 12h22, o Ibovespa registrava queda de 1,11%, a 68.922 pontos, com volume de R$ 2,06 bilhões e projeção de R$ 5,97 bilhões para o fechamento. No mesmo horário, o S&P 500 recuava 0,64%.

 

À espera da divulgação do balanço, previsto para sair hoje depois o fechamento, as ações PN da Petrobras registram queda de 1,62%, em linha com a baixa de 2% do petróleo na Nymex, negociado pouco acima da casa de US$ 80.

 

Depois de adiar por três semanas a divulgação do resultado, alegando incompatibilidade na agenda dos ministros que compõem o conselho de administração, a Petrobras deve anunciar nesta sexta-feira um lucro líquido de R$ 7,353 bilhões no quarto trimestre de 2009, conforme a média de dez instituições financeiras ouvidas pela Agência Estado. Se confirmado, o lucro virá em linha com o apurado no quarto trimestre de 2008, que foi de R$ 7,355 bilhões.

 

Em meio às duras negociações para o reajuste do minério de ferro, as ações PNA da Vale caem 0,93%. De acordo com a Associação do Ferro e do Aço da China (Cisa, na sigla em inglês), a mineradora brasileira pediu às siderúrgicas chinesas um reajuste de 90% a 100% no preço de referência do minério para 2010.

 

As ações das teles aparecem entre as maiores quedas do índice, com TIM ON (-4,76%) e PN (-3,85%). A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou hoje a proposta que determina que o desbloqueio do telefone celular seja gratuito e possa ser pedido a qualquer momento pelo usuário.

 

A notícia é potencialmente negativa para TIM e Vivo, cujas ações PN caem 0,87% hoje. Ambas as operadoras têm investido na base pré-paga e o subsídio do aparelho vinculado ao bloqueio era usado como uma forma de manter os clientes, segundo a analista Maria Tereza Azevedo, da Link Investimentos. Ela avalia, contudo, que a decisão da Anatel, por si só, não seria motivo para uma queda tão expressiva dos papéis de TIM hoje.

 

O destaque positivo é Embraer, que reage bem ao balanço e sobe 2,71%. A fabricante de aviões registrou lucro líquido de US$ 146,4 milhões no quarto trimestre de 2009, no padrão contábil norte-americano US Gaap. O resultado ficou 43,75% acima da média de US$ 101,84 milhões calculada por seis instituições financeiras consultadas pela Agência Estado - Bradesco, Citigroup, JPMorgan, Santander, Credit Suisse e Ágora.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.