Ibovespa sobe 1,77%, mas não sustenta patamar de 47 mil pontos

Avanço das bolsas em Nova York e das ações do Itaú Unibanco ajudaram a impulsionar os ganhos domésticos

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

04 de fevereiro de 2014 | 17h41

A Bovespa fechou em alta nesta terça-feira, 4, em um movimento de recuperação após as fortes perdas observadas na segunda-feira, 3. O avanço das bolsas em Nova York e das ações do Itaú Unibanco ajudaram a impulsionar os ganhos domésticos. No entanto, o mercado acionário não conseguiu sustentar os 47 mil pontos registrados durante a sessão e continua a acumular queda acentuada no ano, de 8,82%.

No fim do dia, o Ibovespa subiu 1,77%, aos 46.964,22 pontos. Na máxima da sessão, o índice atingiu 47.132 pontos (+2,13%), enquanto na mínima registrou 46.146 pontos (estável). No mês, o Ibovespa acumula queda de 1,41%. O volume de negócios somou R$ 7,004 bilhões.

A Bovespa acentuou seus ganhos no início da tarde, renovando máximas na sessão, em linha com a melhora dos mercados em Nova York. As bolsas americanas reagiram positivamente à divulgação de indicadores econômicos dos EUA. O índice ISM de condições empresariais em Nova York subiu para 64,4 em janeiro, de 63,8 em dezembro. Já as encomendas à indústria caíram 1,5% em dezembro, resultado melhor do que a queda de 1,8% projetada pelos analistas.

As ações da Br Malls lideraram as altas da sessão (+7,46%), ajudadas por um análise positiva da prévia operacional referente aos três últimos meses do ano passado, de acordo com operadores.

Os papéis da Itaúsa e do Itaú Unibanco também estavam entre os destaques, com ganhos de 5,84% e 4,85%, respectivamente, devido aos resultados financeiros do banco. O Itaú Unibanco anunciou lucro líquido de R$ 4,646 bilhões no quarto trimestre de 2013, 33% a mais do que no mesmo período de 2012, de R$ 3,492 bilhões. No ano passado, o resultado ficou em R$ 15,696 bilhões, com aumento de 15,5% em relação ao lucro de 2012.

Entre as blue chips, Vale e Petrobras fecharam em alta. Petrobras PN (+1,73% e Petrobras ON (+1,30%). Vale PNA subiu 1,65% e Vale ON avançou 1,68%.

Do lado negativo, o setor de energia registraram as maiores perdas, afetado pela forte estiagem que reduz os níveis das represas e ameaça a produção. O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Donizete Rufino, disse que o governo estuda uma ajuda às distribuidoras e está preparado para fazer a intervenção que for necessária. Cemig PN (-1,89%), Copel (-1,58%) e Light (-1,34%).

Tudo o que sabemos sobre:
bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.