IFC fica com 2,7% da Endesa Brasil por US$ 50 milhões

O International Finance Corp. (IFC), braço do Banco Mundial para o setor privado, vai pagar US$ 50 milhões por participação de 2,7% na subsidiária brasileira da Endesa S/A, de acordo com comunicado do grupo de energia espanhol. O negócio avalia a unidade, antes da entrada do IFC, em US$ 1,8 bilhão.Pelos termos do acordo, a Endesa concordou em listar ações da divisão de negócios brasileira em bolsa dentro de três anos. Em fevereiro, a Endesa Brasil solicitou a aprovação de registro na bolsa de valores brasileira, mas no mês passado suspendeu os planos de listar os papéis. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.