IFC fica com 2,7% da Endesa Brasil por US$ 50 milhões

O International Finance Corp. (IFC), braço do Banco Mundial para o setor privado, vai pagar US$ 50 milhões por participação de 2,7% na subsidiária brasileira da Endesa S/A, de acordo com comunicado do grupo de energia espanhol. O negócio avalia a unidade, antes da entrada do IFC, em US$ 1,8 bilhão.Pelos termos do acordo, a Endesa concordou em listar ações da divisão de negócios brasileira em bolsa dentro de três anos. Em fevereiro, a Endesa Brasil solicitou a aprovação de registro na bolsa de valores brasileira, mas no mês passado suspendeu os planos de listar os papéis. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

06 de julho de 2006 | 09h35

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.