InBev compra cervejaria na China

A InBev, fusão da belga Interbrew com a brasileira AmBev, continua a consolidar sua posição na China. Desta vez, firmou acordo com várias partes para adquirir 100% de participação na Fujian Sedrin Brewery, a maior cervejaria da província de Fujian (na Região Sudeste do país asiático), por US$ 742,57 milhões, em dinheiro. A operação envolve uma série de transações. Uma participação inicial de 39,48%, que pertence ao Estado, será adquirida imediatamente após o recebimento de aprovação dos órgãos reguladores. Os 60,52% restantes serão adquiridos das mãos de diversos acionistas - em um ou mais estágios - antes do final de 2007. ?Essa transação representa um passo significativo em nossa estratégia, além de reforçar a posição de liderança e presença no Sudeste da China?, afirmou em comunicado o executivo-chefe da InBev, o brasileiro Carlos Brito, ex-presidente da AmBev. Em dezembro, o jornal americano The New York Times havia informado sobre a transação, mas a InBev não se pronunciou a respeito. Nessa disputa, a cervejaria belgo-brasileira superou a holandesa Heineken e a americana Anheuser-Busch.

Agencia Estado,

24 de janeiro de 2006 | 08h50

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.