Incerteza com juro mantém baixa nas bolsas dos EUA

As bolsas norte-americanas caem nesta sexta-feira, com investidores considerando a possibilidade de o Federal Reserve (banco central dos EUA) continuar elevando as taxas de juro. Segundo o site Market Watch, os indicadores econômicos recentes sugerem que o crescimento continua robusto, enquanto a inflação está se tornando um risco. Às 12h46 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,25% e o Nasdaq recuava 0,26%. A forte queda do juro dos títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries) não ajuda a minimizar o impacto das preocupações com a direção da taxa dos Federal Funds e com as perspectivas da inflação. A taxa do juro do note de 10 anos caiu forte nesta manhã, acentuando a queda de ontem. O movimento reflete fluxo dos grandes investidores de commodities, cujo mercado está em correção de baixa. A liquidação das commodities é, por sua vez, incentivada pela alta do dólar, que se beneficia da indicação do banco central do Japão de que poderá demorar um pouco para elevar as taxas de juro do país. As ações da Intel, que cedem mais de 3,3% às 12h44 (de Brasília), contribuem para aumentar a pressão no mercado. A Intel é prejudicada pelo anúncio da Dell Computer de que utilizará os chips da Advanced Micro Devices em alguns de seus computadores, rompendo um acordo de exclusividade com a Intel. As ações da AMD e da Dell subiam 11% e 1,6%, respectivamente, no mesmo horário acima. Os ganhos de ambas ações não são suficientes para salvar o índice Nasdaq do movimento de venda. As ações da tecnologia e de pequena capitalização têm sido as mais prejudicadas na onda recente de queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.