Índice da Bolsa de NY bate recorde durante o pregão

O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, atingiu nova máxima intraday (durante um pregão, e não no fechamento) recorde, em reação ao comunicado do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) que acompanhou a decisão de manter a taxa de juros norte-americana em 5,25% ao ano. Às 17h44 (de Brasília), o Dow Jones subia a 12.643 pontos. O último recorde intraday atingido pelo índice aconteceu no dia 24 de janeiro, e foi de 12.621 pontos. O comunicado de política monetária ofereceu palavras animadoras sobre crescimento e inflação. Segundo analistas, o documento foi razoavelmente taciturno em sua descrição de crescimento e perspectiva de crescimento, e os alertas de inflação foram algo familiar. Embora este comunicado deva fazer pouco para mudar as expectativas de que serão necessários alguns meses antes da política monetária mudar, é possível que a breve natureza do anúncio possa sugerir que os membros do Fed estão mais incertos do que o habitual sobre o que irá acontecer. O Fed disse que "algum risco de inflação permanece" em sua decisão unânime para manter o juro inalterado. "As leituras do núcleo de inflação melhoraram modestamente nos últimos meses e as pressões inflacionárias parecem que provavelmente vão se moderar ao longo do tempo", segundo o texto do comunicado. "Contudo, o elevado nível de utilização de recursos tem o potencial de sustentar as pressões inflacionárias", alertou o Fed. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.