Índice DJ Brazil Titans 20 de ADRs cai 1,58%

Papéis da Oi recuaram 4,18% para US$ 18,12, enquanto os da TAM tiveram queda de 4,57% para US$ 16,50

André Lachini, da Agência Estado,

19 de março de 2010 | 19h14

Quase todos os ADRs das empresas brasileiras negociados em Nova York fecharam a sessão em queda, acompanhando a baixa das bolsas norte-americanas, influenciadas pelas persistentes preocupações com a Grécia e o inesperado aumento da taxa de juros na Índia.

 

Os papéis da Oi (ex-Telemar) recuaram 4,18% para US$ 18,12, enquanto os recibos da empresa aérea TAM tiveram queda de 4,57% para US$ 16,50. Os papéis da rival Gol caíram 3,51% para US$ 12,36. Braskem cedeu 3,97% para US$ 14,77, enquanto os papéis da mineradora Vale também fecharam em queda: o PN recuou 2% para US$ 25,98, enquanto o ON caiu 0,93% para US$ 29,77.

 

No geral, o índice Dow Jones Brazil Titans 20 cedeu 533,22 pontos (1,58%) para 33.189,29 pontos.

 

Contrariando o cenário de queda, os recibos da fabricante de aviões Embraer avançaram 4,73% para US$ 24,56. A indústria aeronáutica informou ontem que obteve no quarto trimestre de 2009 um lucro líquido consolidado de R$ 167,5 milhões, ante um prejuízo de R$ 40,5 milhões em igual intervalo de 2008.

 

Seguindo a baixa do mercado, todos os índices de ADRs do Bank of New York Mellon fecharam em queda. O índice composto recuou 1,12% para 134,23 pontos; o índice latino-americano cedeu 1,58% para 381,29 pontos; e o índice brasileiro caiu 1,79% para 467,01 pontos.

 

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ações, bolsa, ADR, TAM, Oi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.