Índice DJ Brazil Titans 20 de ADRs sobe 1,09%

Entre os destaques de alta, os recibos da Fibria avança 1,78%, para US$ 22,93

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

26 de abril de 2010 | 12h42

A maioria das ADRs das empresas brasileiras negociados em Nova York opera em alta, acompanhando o comportamento das bolsas norte-americanas. Às 13h00 (de Brasília), o índice Dow Jones Brazil Titans 20 subia 368,20 pontos, ou 1,09%, para 34.199,34 pontos.

 

A Fibria Celulose avançava 1,78%, para US$ 22,93. Em relatório divulgado hoje analistas da Ativa destacam que o cenário de preços médios crescentes dará suporte à recuperação da rentabilidade do setor. A expectativa da corretora é de que o preço médio da celulose de eucalipto na Europa deve atingir US$ 760,00 por tonelada, o que representa uma alta de 45% na comparação ano a ano.

 

Copel subia 1,71%, para US$ 20,82; CSN ganhava 1,35%, para US$ 19,56; Gerdau aumentava 1,56%, para US$ 17,55. Os recibos ON da Vale subiam 1,15%, para US$ 32,67, enquanto os PN avançavam 1,14%, para US$ 28,31.

 

Entre os destaques negativos, a Braskem caía 0,07%, para US$ 14,49; Sabesp recuava 0,46%, para US$ 39,30; Oi (ex-Telemar) perdia 0,75%, para US$ 15,81. Os papeis ON da Petrobras recuavam 0,57%, para US$ 43,34; e os PN declinavam 0,34%, para US$ 38,59.

 

O índice Dow Jones Brazil Titans inclui as 20 ações de empresas brasileiras de maior liquidez e capitalização de mercado negociadas na bolsa norte-americana.

 

As informações são da Dow Jones.

 

Tudo o que sabemos sobre:
açõesbolsaADRDow Jones

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.