Índice do medo do mercado sobe e se aproxima de recorde pré-crise

Alta do índice VIX, da Bolsa de Chicago, está próxima das últimas grandes crises do mercado financeiro

Regina Cardeal, da Agência Estado,

20 de maio de 2010 | 13h35

O índice do medo do mercado acionário, o VIX, volta a subir forte em meio à onda de vendas das ações. O índice VIX, da Bolsa de Chicago, estava nesta quinta-feira, 20, em alta de 24,41%, em 43,94, mas mais cedo atingiu 45,21.

O analista Bill Luby, que monitora o VIX em seu blog, afirma que, antes da crise financeira global 2008, o indicador só superou 45 em três ocasiões. Em 1998, durante a crise do Long-Term Capital Management (LTCM), o VIX atingiu 45,74. Na crise financeira da Rússia que antecedeu o colapso do LTCM o indicador bateu em 45,29 e, durante o crash das empresas pontocom, quando a WorldCom pediu concordata o VIX atingiu 45,08.

O salto do VIX para 45,21 nesta quinta, caso feche neste patamar, deixará o índice com a terceira mais alta pontuação de todos os tempo fora da crise financeira de 2008, diz Luby. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.