Índice Dow Jones se recupera, apesar do petróleo

Os principais índices de ações do mercado norte-americano se firmaram em território positivo na última hora de sessão, embora os ganhos sejam modestos. O índice Dow Jones luta para ampliar o nível recorde de pontos em meio à recuperação dos preços do petróleo e fraqueza das ações da Wal-Mart Stores Inc, que cai 2,38%), AT&T, em baixa de 1,26%, e General Motors, com queda de 0,75%. Ao mesmo tempo, o Dow Jones está sendo ajudado pelos ganhos das ações da Caterpillar, que sobe 4,00%, ExxonMobil, com alta de 1,37%, Alcoa, com ganho de 1,62%, e Altria Group, que avança 1,82%. Às 16h41 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 10 pontos, ou 0,09%, o Nasdaq avançava 12 pontos, ou 0,56%, e o S&P-500 registrava um ganho de 2 pontos, ou 0,18%. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros de petróleo voltaram a fechar acima de US$ 60,00 o barril, impulsionados por rumores de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) estaria cortando a produção em 1 milhão de barris/dia. Os contratos de petróleo para novembro fecharam a US$ 60,03 o barril, com uma alta de US$ 0,62 (1,04%). As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

05 de outubro de 2006 | 16h48

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.