Índices de ações em Nova York fecham em ligeira alta

Dow Jones subiu 0,05%, Nasdaq avançou 0,75% e o índice Standard & Poor''s 500 terminou em alta de 0,40%

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

19 de março de 2012 | 17h59

Os índices de ações da bolsa de valores de Nova York (Nyse) fecharam em ligeira alta hoje, numa sessão de volume relativamente baixo de negócios na qual o sentimento dos investidores foi insuflado pelas notícias de que a Apple distribuirá dividendos e recomprará papéis. As ações também contaram com o suporte da alta do euro devido à fixação dos preços sobre os contratos de swap de default de crédito (CDS) relacionados à dívida da Grécia.

O índice industrial Dow Jones subiu 6,51 pontos (0,05%), fechando em 13.239,13 pontos. Trata-se do oitavo fechamento em alta em nove sessões. A ligeira alta do Dow foi atribuída à leitura estável de dados de moradia nos Estados Unidos, enquanto as notícias da Apple estimularam o setor de tecnologia. O índice Nasdaq avançou 23,06 pontos (0,75%), encerrando o pregão em 3.078,32 pontos. Já o índice Standard & Poor''s 500 terminou em alta de 5,58 pontos (0,40%), a 1.409,75 pontos.

Os papéis da Apple fecharam em alta de US$ 15,53 (2,65%), a US$ 601,10 por ação, depois de a gigante da informática ter anunciado que irá pagar dividendo trimestral de US$ 2,65 por ação e que tem planos de recomprar até US$ 10 bilhões em ações. Trata-se de um recorde histórico para as ações da Apple, que pela primeira vez fecham acima de US$ 600.

A decisão de pagar dividendo representa uma mudança significativa para uma empresa que normalmente alegava necessitar de dinheiro para assegurar o fornecimento de componentes para seus produtos. O pagamento custará à companhia US$ 9,88 bilhões por ano e terá um yield (retorno ao investidor) de 1,81%, abaixo dos yields atuais da Microsoft, de 2,45%, e da Intel, de 3,03%. Além disso, o conselho da Apple autorizou a recompra de ações, no valor de até US$ 10 bilhões, a partir de 30 de setembro, quando terá início o ano fiscal de 2013.

"A Apple está fornecendo algumas boas notícias. O mercado está feliz em ver empresas dando retorno em dinheiro aos investidores", disse Judy McDonald Moses, sócia e gerente de portfólio da Evercore Wealth Management em São Francisco. "É um estímulo psicológico", disse ela.

Olhando adiante, os investidores estão à espera de dados referentes às obras de imóveis iniciadas nos EUA e às autorizações de obras, previstas para amanhã, e às vendas de imóveis usados no país, esperadas para a quarta-feira, além de outros importantes indicadores sobre a economia norte-americana aguardados mais para o fim da semana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova YorkbolsasApplefechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.