Índices de ações em NY fecham em queda pelo quinto pregão

Investidores mantiveram cautela diante de dados fracos sobre recuperação econômica dos Estados Unidos

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

28 de março de 2012 | 17h58

Os índices de ações de Nova York fecharam em queda pela quinta vez em sete sessões, com os investidores concentrados em indicadores desestimulantes sobre as economias dos Estados Unidos e da Europa e no fraco desempenho nos mercados pelo mundo nesta quarta-feira.

O índice industrial Dow Jones encerrou com perda de 71,52 pontos (0,54%), a 13.126,21 pontos. O índice Standard & Poor''s 500 recuou 6,98 pontos (0,49%), encerrando em 1.405,54 pontos. O Nasdaq, enquanto isso, cedeu 15,39 pontos (0,49%), fechando em 3.104,96 pontos.

As ações dos setores de insumos e de energia foram as mais duramente afetadas em um dia fraco para as commodities em geral. Os papéis da Caterpillar, da Alcoa e da United Technologies - três companhias altamente expostas aos ciclos da economia global - lideraram a queda dos componentes do Dow, recuando respectivamente 3,52%, 2,29% e 1,91%. As três empresas também foram afetadas pelos dados de encomendas de bens duráveis dos EUA em fevereiro, que recuperaram-se, mas ficaram abaixo da expectativa dos analistas.

"O fato é que agora estamos com expectativas mais elevadas com relação a nossos números econômicos, se formos acreditar que estamos em uma recuperação", disse Michael Shea sócio gerente da Direct Access Partners. "Estamos em um momento no qual podemos ter expectativas mais elevadas, o que é positivo para o ânimo dos investidores. Mas se essas expectativas não forem atendidas, vamos ter dias assim." As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova YorkbolsasEUAEuropafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.