Indústria do petróleo lança cadastro de fornecedores

A Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) lançou hoje um cadastro de fornecedores para atender as empresas que atuam no setor. São parcerias da Onip no cadastro as operadoras Chevron Brasil, Devon Energy, El Paso Oleo e Gas, Anadarko, Maersk Brasil, Shell Brasil e Hydro, que prevêem investimentos de US$ 8 bilhões nos próximos três anos. O Cadastro de Fornecedores para o Segmento Brasileiro de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural (CadFor) exigirá pré-requisitos estipulados pelas sete companhias e, segundo o presidente da Onip, Elói Fernandez & Fernandez, é uma demonstração da disponibilidade dessas empresas de aumentar o conteúdo nacional em seus projetos. Hoje, o contrato de concessão da Agência Nacional do Petróleo e Gás Natural (ANP) prevê que os projetos tenham entre 55% e 80% de conteúdo nacional, dependendo de onde estão localizados e de sua fase. Para fazer parte do cadastro serão convidadas empresas em todo o país que atendam aos setores de fornecimento e que são consideradas prioritárias pelas patrocinadoras. Será exigido das empresas que quiserem participar do cadastro que elas tenham sede no país e que produzam, ou seja, agreguem valor a um produto e gerem renda em território nacional, não bastando ter apenas representante ou estoque no Brasil. A expectativa do coordenador do cadastro, Otávio Magalhães, é de que no início do segundo semestre as operadoras já possam efetivamente consultar o cadastro na hora de fazer suas encomendas. "Será um cadastro qualitativo que atenderá diretamente as empresas. A Onip trabalha para que as companhias petroleiras realizem o máximo de compras com os fornecedores nacionais. Isso aumenta a competitividade e pode abrir portas do mercado global para a indústria brasileira", disse Magalhães. Participaram do lançamento do CadFor John Haney, vice-presidente de E&P da Shell Brasil; Murilo Marroquim, presidente da Devon Energy; Patricia Pradal, diretora de desenvolvimento de negócios e relações governamentais da Chevron Brasil; Cláudio Araújo, diretor executivo da Anadrako; Viggo Andersem, diretor executivo da Maersk Brasil; Fernando Quintas, gerente de materiais e contratos da El Paso; André Leite, engenheiro chefe da Hydro; Julio Bueno, secretário de Desenvolvimento do Estado do Rio; e os diretores da ANP, Nelson Narciso e Victor Martins.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.