Inflação brasileira pode ditar rumos ao mercado

São Paulo, 12 de setembro - Dois índices de inflação serão divulgados hoje no País. Apesar de menos relevante que o IPCA, tanto o IPC quanto o IGP-M podem mexer com os mercados, em especial se vierem distantes das previsões dos economistas. Nos Estados Unidos, a presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de São Francisco, Janet Yellen, fala durante evento na Califórnia. Se, em seu discurso, abordar a economia norte-americana atual ou a inflação, pode influenciar os mercados dos EUA e, por conseqüência, o brasileiro. Fipe/IPC - A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) divulga às 7 horas a primeira prévia do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de setembro. A previsão dos economistas é de que o IPC aponte alta de 0,15%, ante inflação de 0,25% registrada em agosto. FGV/IGP-M - A Fundação Getúlio Vargas (FGV) apresenta a primeira prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de setembro às 8 horas. As estimativas para o índice são de inflação levemente maior que a de agosto (0,17%, contra 0,16%). EUA/Discurso - Às 16h35 (horário de Brasília), a presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de São Francisco, Janet Yellen, fala durante evento em Emeryville (Califórnia). EUA/Balança - O Departamento do Comércio dos EUA divulga o saldo da balança comercial do país em julho às 9h30 (horário de Brasília). EUA/Varejo - Às 9h55 (horário de Brasília), a Instinet divulga o relatório semanal LJR Redbook, com o desempenho do comércio varejista na semana até 9 de setembro.

Agencia Estado,

12 de setembro de 2006 | 07h00

Tudo o que sabemos sobre:
agenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.