Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Inflação dos EUA pressiona dólar no Brasil

O dólar negociado no mercado doméstico firmou trajetória de alta após a divulgação dos dados do CPI, que mede a inflação norte-americana no varejo. O índice cheio ficou em 0,6%, exatamente na mediana das expectativas dos analistas ouvidos pela Agência Dow Jones. A taxa do núcleo, no entanto, subiu 0,3%, acima das projeções do mercado, de 0,2%. Isso tende a trazer de volta as tensões do mercado em relação à trajetória da inflação nos EUA e das suas conseqüências na administração da política monetária daquele país. O resultado do CPI está afetando fortemente mercados internacionais, como o de títulos do Tesouro norte-americano (treasuries), onde as taxas de juros subiram, e as bolsas da Europa, que aprofundam as perdas. No mercado doméstico, o dólar bateu sucessivas máximas e, pouco antes das 10h valia R$ 2,157, com valorização de 1,03% no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

Agencia Estado,

17 de maio de 2006 | 10h03

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.