Investidor vende ações, mas bolsa de Tóquio fecha em alta

Após perder na sessão anterior, Índice Nikkei faz meia volta e encerra os negócios com ganho de 0,1% 

13 de setembro de 2013 | 05h29

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em leve alta nesta sexta-feira. O persistente entusiasmo sobre a vitória de Tóquio na disputa para sediar os Jogos Olímpicos de Verão de 2020 superou, por pouco, a realização de lucros, antes do feriado no Japão e a reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) dos EUA, na próxima semana.

O índice Nikkei subiu 17,40 pontos, ou 0,1%, para 14.404,67 pontos, após a queda de 0,3% no dia anterior. Na semana, o índice adicionou 3,9%, marcando o terceiro ganho semanal seguido. Nesta sexta-feira, o dólar mudava de mãos aos 99,81 ienes por volta do horário de fechamento da Bolsa de Tóquio.

O entusiasmo com a "Olimpíada está se dissipando, e, com isso, a dinâmica do mercado", disse o gerente geral de ações Kenichi Hirano, da Tachibana Securities.

Na segunda-feira, os mercados financeiros do Japão não devem abrir por causa de um feriado.

Ações de empreiteiras em geral continuaram ficar entre os papéis mais negociados, mas nem todas ganharam terreno. A Sumitomo Mitsui Construction adicionou 6,4%, enquanto a Tekken Corp perdeu 0,3%. Juntando as duas, mais de 663 milhões de ações mudaram de mãos - mais de 18% do mercado total.

As ações de transportadoras sucumbiram à realização de lucros após recentes ganhos acentuados. A Kawasaki Kisen caiu 1,2% e a Mitsui OSK Lines fechou em queda de 3,5%. A dupla tinha subido fortemente no início da semana em esperanças de uma recuperação econômica global, assim como o aumento acentuado no Baltic Dry Index, um índice internacional de fretes.

Notícias de um futuro IPO do Twitter, dos EUA, desencadeou interesse em suas filiais no Japão, como a Digital Garage e a Adways, que subiram 17% e 12%, respectivamente. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.