IPC-Fipe sobe para 0,19% na 2ª quadrissemana do mês

Resultado ficou dentro das estimativas dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que iam de 0,14% a 0,22%

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

19 de setembro de 2007 | 08h13

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), no município de São Paulo, aumentou de 0,10% na primeira quadrissemana de setembro para 0,19% na segunda prévia do mês. O resultado ficou dentro das estimativas dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que iam de 0,14% a 0,22%.   Apresentaram alta da primeira para a segunda leitura de setembro os grupos despesas pessoais (de 0,10% para 0,13%) e educação (de 0,05% para 0,06%). Desaceleraram os segmentos alimentação (de 1,42% para 1,17%) e saúde (de 0,56% para 0,37%). A deflação recuou nos grupos habitação (de 0,68% para 0,27%), transportes (de 0,08% para 0%) e vestuário (de 0,73% para 0,61%).

Tudo o que sabemos sobre:
IPC-FipeinflaçãoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.