Itaú vence disputa por registro na internet

O Banco Itaú venceu a disputa por seu endereço na internet. Ontem, o tribunal da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI), em Genebra (Suíça), decretou a vitória do banco em relação aos endereços bancoitaú.com e itaúpersonnalité.com, que haviam sido registrados por pessoa sem vínculo com o Itaú. O autor do registro, de Sorocaba (SP), tentou cobrar US$ 25 mil para devolver o endereço à instituição financeira.Vendo-se obrigado a pagar por seu nome na internet, o banco optou por levar o caso ao tribunal internacional que julga o registro de sites. O caso foi lançado em julho e envolveu três árbitros. Desde que a internet começou a ser tornar um veículo para a promoção de empresas e mesmo de prestação de serviços, o banco já registrou 449 endereços, dos quais 277 contêm a palavra "Itau". Em 2000, a instituição chegou a registrar até mesmo os endereços bancoitau.com e itaupersonnalite.com.Mas o novo registro que surgiu na rede adicionava acentos nas palavras utilizadas, como Itaú, o que permitiu sua aprovação em um primeiro momento pelos administradores internacionais da web.Os árbitros, porém, verificaram que a pessoa que havia registrado o site nem trabalhava numa empresa com o mesmo nome nem era proprietária de marca equivalente. Uma visita ao site mostrava ainda que o autor do registro queria vendê-lo. O banco chegou a entrar em contato com ele, que pediu US$ 25 mil por endereço. Para os árbitros da OMPI, esses fatos demonstraram ma-fé do autor do registro, que agora é obrigado a devolver os endereços ao Banco Itaú.XuxaO banco não é o único a sofrer esse tipo de problema. Na semana passada, Xuxa também ganhou uma disputa semelhante no mesmo tribunal. Registro de um site usando seu nome havia sido feito sem sua autorização e cobrava pela devolução. O tribunal acabou condenando o autor do registro.Personalidades como Spike Lee, Julia Roberts, Madonna, Nicole Kidman, Pamela Anderson, Pierce Brosnan e Tom Cruise também já tiveram de recorrer ao tribunal pelos mesmos motivos.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2006 | 08h45

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.