Japão compra mais de 20% dos bônus europeus lançados nesta 3ª feira

Foram ofertados 5 bilhões de euros em títulos de cinco anos da Linha de Estabilidade Financeira Europeia

Danielle Chaves, da Agência Estado,

25 de janeiro de 2011 | 15h07

A oferta inaugural de 5 bilhões de euros em bônus de cinco anos da Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF) gerou forte demanda na Ásia, como informou o fundo em um comunicado. Segundo a EFSF, o governo do Japão comprou mais de 20% da emissão, cumprindo o compromisso assumido anteriormente de contribuir para a estabilidade financeira europeia.

"O enorme interesse do investidor confirma a confiança na estratégia adotada para restaurar a estabilidade financeira na zona do euro", disse Klaus Regling, executivo-chefe da EFSF. O interesse do investidor foi excepcionalmente forte, com o registro de propostas somando 44,5 bilhões de euros, de mais de 500 investidores.

A EFSF precificou hoje os bônus a 6 pontos-base sobre as midswaps (referência para juros em euros) e a 99,302% do valor de face, com yield (retorno ao investidor) de 2,892%. Isso implica em custos de empréstimos para a EFSF de 2,89%.

Citigroup, HSBC Holdings e SG CIB lideraram a operação. Deutsche Finanzagentur, a agência de gerenciamento de dívida alemã, também atuou como colaborador na transação. O leilão de estreia da EFSF, destinado a financiar o socorro oferecido à Irlanda, era um importante teste de suporte para o fundo. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.