JBS e Marfrig caem com suspensão das importações da Rússia

Há pouco, os papéis da JBS recuavam 1,21% e da Marfrig registravam perdas de 1,95%, ante queda de 0,18% do Ibovespa

Beth Moreira, da Agência Estado,

28 de maio de 2010 | 11h02

As ações da JBS Friboi e da Marfrig reagem em queda à notícia de que a Rússia suspenderá

temporariamente as importações de carne bovina de oito unidades frigoríficas do Brasil, sendo três pertencentes à JBS Friboi e três da Marfrig. Há pouco, os papéis da JBS recuavam 1,21% e da Marfrig registravam perdas de 1,95%, ante queda de 0,18% do Ibovespa.

 

A informação da suspensão foi publicada ontem no site do Serviço Federal Veterinário e Fitossanitário da Rússia na internet e confirmada pelo Ministério da Agricultura do Brasil, que recebeu notificação das autoridades russas.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do ministério, a Rússia não aponta problemas sanitários para a restrição, mas diz apenas que os frigoríficos não estão completamente adequados às exigências impostas por aquele país para importação de carne bovina, sem especificar quais são elas.

 

A Marfrig disse por meio de comunicado que ainda não havia recebido informação oficial sobre o assunto. A empresa afirma que, se a restrição for confirmada, pode atender plenamente a venda para a Rússia por meio de suas outras unidades e que a exportação a partir desses frigoríficos prosseguirá normalmente para outros destinos.

Tudo o que sabemos sobre:
bovespajbsmarfrig

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.