JBS Foods adquire ativos da Céu Azul por R$ 246 mi

O preço total a ser pago ao Grupo Céu Azul será de aproximadamente R$ 246 milhões

FÁTIMA LARANJEIRA, Agência Estado

14 de julho de 2014 | 19h53

A JBS Foods celebrou um memorando de entendimentos vinculante com a Céu Azul Alimentos envolvendo a aquisição de duas unidades de processamento de aves, incluindo duas fábricas de ração e três incubatórios, localizadas em Guapiaçu e Itapetininga, ambas no Estado de São Paulo. As unidades têm capacidade de abate conjunta de 330 mil aves por dia, e estão habilitadas para os principais mercados de exportação, segundo a JBS. O preço total a ser pago ao Grupo Céu Azul será de aproximadamente R$ 246 milhões.

"Essa aquisição representa um importante passo na estratégia da JBS Foods de aumentar sua presença nos principais mercados internacionais importadores de aves, além de fortalecer a posição da companhia no principal mercado consumidor brasileiro", informou a JBS em fato relevante.

O memorando, que foi celebrado por meio da Seara Alimentos, está sujeito a determinadas condições suspensivas, como a aprovação pelas autoridades, incluindo o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)

O Grupo Céu Azul foi fundado em 1974 na cidade de Pereiras, São Paulo. Seu principal ramo de negócio é a criação, abate e comercialização de aves através de marcas reconhecidas no mercado, como Céu Azul. Segundo a JBS, suas unidades estão localizadas no interior do Estado de São Paulo e possui um processo totalmente verticalizado.

Tudo o que sabemos sobre:
JBS FoodsCéu Azul Alimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.