Jornal gratuito começa a circular em São Paulo

O grupo português Cofisa e o empresário brasileiro Andre Jordan investirão 3,5 milhões de euros (pouco menos de R$ 1 milhão) no lançamento do Destak, jornal em formato tablóide que será distribuído gratuitamente na cidade de São Paulo a partir da próxima quinta. Do total, 30% do capital é do grupo Cofisa e 70% de Jordan.?O modelo do jornal gratuito cresce muito no exterior. Após pesquisarmos, vimos que o Brasil, e especialmente São Paulo, poderia ser outro local de sucesso para esse tipo de publicação?, diz o diretor comercial do Destak, Cláudio Zorzett. A tiragem inicial será de 200 mil exemplares por dia, distribuídos em universidades, shopping centers, centros empresariais, hospitais e nos cruzamentos de avenidas como Faria Lima, Paulista, Brasil e Europa.?Queremos conquistar o público urbano jovem, das classes B e C, principalmente aqueles que ainda não têm o hábito de ler jornal?, diz. ?O sucesso de um jornal gratuito vem de uma boa distribuição e da flexibilidade da publicidade. Usaremos anúncios de vários formatos.?A Cofisa também é dona de parte do Destak distribuído em Lisboa, cuja tiragem é 180 mil exemplares/dia. ?Em 30 minutos, os leitores obtém ma boa base de informação,? diz Zorzett.O interesse pelo jornal gratuito se explica pelo sucesso que o modelo tem no exterior. O Metro, jornal gratuito da Metro International, é distribuído em 83 cidades e obteve US$ 302 milhões de receita em 2005. O espanhol 20 Minutos superou os 2 milhões de leitores do El País. Enquanto a circulação de jornais pagos em todo o mundo aumentou 0,56% em 2005, esse número acrescido dos jornais gratuitos chega a 1,21%. No Brasil, o crescimento em 2005 foi de 4,1%, chegando a 6,789 milhões de exemplares diários.?Os jornais precisam se reciclar a cada dia. O crescimento das vendas é pequeno, então os veículos precisam criar alternativas?, diz o vice-presidente da Fischer América, Claudio Venancio. Ele acha cedo para dizer se a onda dos jornais gratuitos se fortalecerá no Brasil. ?Precisamos de mais tempo para ver como o mercado recebe um diário novo, gratuito, e também os vários jornais populares que estão surgindo. Mas, certamente, o anunciante terá mídias diferentes para analisar.?O Destak, no entanto, não será o primeiro jornal gratuito do País. Desde 1974, o Metrô News é distribuído de segunda à sexta para as pessoas que utilizam o metrô de São Paulo. São 120 mil exemplares diários.?No passado, as publicações gratuitas eram confundidas com produtos inferiores. Nossa longevidade e os exemplos internacionais mostram que não é assim, e nos últimos anos o brasileiro mudou seu ponto de vista?, diz Marcelo Gomes da Costa, o diretor financeiro da Folha Metropolitana, empresa que produz o Metrô News.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.