Juro abre em baixa com previsão de poucos negócios

O noticiário e a agenda sem grandes eventos sugerem um dia de pouca liquidez e baixa volatilidade no mercado de juros. No começo do dia, o juro futuro caía. Às 10h06, o contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2009 tinha taxa de 11,67% ao ano, ante 11,69% de sexta-feira; o DI para janeiro de 2010 projetava taxa de 11,64% ao ano (11,65% de sexta-feira) na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). A pesquisa Focus, divulgada mais cedo pelo Banco Central, não trouxe nenhuma alteração de peso. Havia a expectativa de que o levantamento mostrasse as correções que algumas instituições já fizeram nas projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), por causa da mudança na metodologia de cálculo pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que elevou os resultados do PIB até 2005. No entanto, a sondagem ainda não trouxe esses mudanças: foi mantida em 3,5% a previsão de expansão do PIB para 2007 e, para 2008, houve ligeiro avanço para 3,55%. Houve, no entanto, uma queda nas apostas da relação dívida/PIB em 2007 de 48,88% para 48,52% e, em 2008, de 47% para 46,50% - o que pode ser atribuído à perspectiva de PIB maior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.