Juro futuro abre estável e espera dado dos EUA

A projeção dos juros a partir dos contratos futuros de depósitos interfinanceiros (DI) negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) se mantém praticamente estável no início dos negócios. O vencimento de janeiro de 2008 permanecia em 12,09% ao ano às 10h05, a mesma taxa do encerramento da sessão de ontem. O DI de janeiro de 2009 é que registra leve baixa, projetando hoje taxa de 11,89% ao ano, ante 11,90% de ontem. O principal evento de hoje, véspera de feriado prolongado, é a divulgação da inflação de janeiro no atacado, dos Estados Unidos, prevista para as 11h30. Esse número (PPI, índice de preços ao produtor) indicará a medida de proteção necessária para o mercado passar o período de carnaval. "Se o PPI vier em linha, provavelmente o mercado continuará melhorando. Mas, se houver alguma surpresa, é provável que o mercado reduza a exposição", afirma um operador. O fluxo de recursos internacionais que derruba o dólar no câmbio doméstico indica a disposição de investidores externos em aplicar em juros. E no noticiário doméstico, a inflação também segue favorável à queda das taxas. O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) ficou em 0,54% até o dia 15, abaixo da mediana das estimativas dos analistas (0,60%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.