Juro futuro encerra em queda, ainda em reação ao Fed

O mercado de juros deu prosseguimento hoje ao clima positivo de ontem: o contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2008, o mais negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), registrou taxa de 15,10% ao ano no fechamento dos negócios. Ontem a projeção estava em 15,24% ao ano. A queda na taxa foi conseqüência do alívio de pressão proporcionado ontem pelo Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), que em seu comunicado sugeriu que o ciclo de aperto monetário está chegando ao fim, ao tecer comentários menos duros em relação à inflação norte-americana. Divulgado hoje, o índice de preços dos gastos com consumo (PCE) norte-americano não prejudicou o cenário positivo. O núcleo do índice subiu 0,2% em maio, na comparação a abril, em linha com a previsão de analistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.