Juro futuro fecha em alta, com baixo volume

Os juros futuros registraram alta hoje no fechamento dos negócios com contratos de depósitos interfinanceiros (DI) na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O vencimento de janeiro de 2008, que é o contrato mais negociado, encerrou o dia com taxa de 15,54% ao ano. Ontem a projeção estava em 15,49% ao ano. Segundo operadores, apesar da piora das Bolsas em Nova York, o tom do ambiente de negócios foi de tranqüilidade. No fim da tarde, as taxas de juros futuras apresentaram alta por causa do leilão de títulos do Tesouro Nacional atrelados ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que ocorrerá amanhã. O pregão viveu um dia atípico hoje por causa do jogo do Brasil na Copa do Mundo. As negociações foram interrompidas às 11h30 e retomadas às 14h30. Além desse intervalo, que diminuiu o volume de negócios, os investidores estão em compasso de espera com a reunião do banco central americano, amanhã e quinta-feira, quando será anunciada a decisão sobre os juros nos EUA. A previsão de consenso é de que haja uma elevação de 0,25 ponto porcentual, para 5,25% ao ano. Mas há especulações de que a taxa poderia subir 0,5 ponto porcentual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.