Juro futuro fecha em alta, reagindo a inflação dos EUA

O mercado de juros fechou mais cedo, devido ao jogo de hoje do Brasil pela Copa do Mundo, às 16h. A taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) de janeiro de 2008, o mais negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), fechou a terça-feira em 15,98% ao ano, contra os 15,88% de ontem. Os juros futuros domésticos reagiram a indicadores divulgados nos EUA hoje. O índice de preços ao produtor (PPI) de maio, muito aguardado pelo mercado, não conseguiu diminuir as incertezas quanto à política monetária norte-americana. O índice cheio do PPI subiu 0,2%, ante previsão de 0,4%, mas o núcleo mostrou taxa de 0,3%, ante projeções de 0,2%. Com isso, o mau humor do mercado se manteve, ao menos até amanhã, quando será divulgado, também nos EUA, o índice de preços ao consumidor de maio.

Agencia Estado,

13 de junho de 2006 | 15h09

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.