Juro futuro fecha em leve alta, à espera da ata do Copom

Depois de passarem boa parte do dia em queda, os contratos de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2008, o mais negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), encerraram em leve alta. No fim do pregão, este contratos projetavam taxa de juros de 14,69% ao ano, ante projeção da véspera de taxa de 14,68% ao ano. Ontem à noite, foi anunciada a decisão unânime do Comitê de Política Monetária (Copom) de cortar a taxa de juros básica da economia (Selic) em 0,50 ponto porcentual, para 14,75%, sem viés. O corte desta magnitude na Selic, contudo, estava precificado na curva de juros. O mais importante para o mercado de juros, portanto, será o teor da ata do Copom, a ser divulgada na próxima quinta-feira, dia 27.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.