Juro futuro fica estável, à espera de indicadores dos EUA

O mercado futuro de juros deve ter um dia morno hoje, com volume de negócios reduzido e pouca oscilação das taxas. A agenda não traz indicadores de peso que motivem investidores a assumirem novas posições. Às 10h10, no começo do pregão de contratos futuros de depósitos interfinanceiros (DIs) na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o vencimento de janeiro de 2009 projetava taxa de juros de 11,68% ao ano, no mesmo nível do final da sessão ontem à tarde. O DI de janeiro de 2010 projeta esta manhã taxa de 11,64% (11,63% ontem). O mercado opera em compasso de espera, aguardando os eventos de peso previstos no exterior a partir de amanhã. Dentre os destaques da agenda, que esquenta bastante a partir de quarta-feira, estão o depoimento do presidente do banco central americano (Fed), Ben Bernanke, ao Comitê Econômico Conjunto do Congresso americano sobre seus pontos de vista e orientação a respeito da perspectiva econômica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.