Juro futuro recua, com IPCA-15 baixo e superávit alto

O contrato de juro para janeiro de 2008 (o mais negociado) fechou a quarta-feira em alta, projetando taxa de 14,46%, contra taxa de 14,68% de ontem. O IPCA-15 de abril, que ficou em 0,17%, foi inferior ao piso das estimativas dos analistas, que variaram entre 0,24% e 0,40%. Isso deu impulso logo cedo para que o mercado de juros continuasse na trajetória positiva observada desde ontem, já que o mercado enxerga o IPCA-15 como uma prévia do IPCA. O superávit primário consolidado do setor público, divulgado esta manhã, também ajudou o mercado de juros, pois veio em 4,39%, superando a meta de 4,25% do PIB no primeiro trimestre do ano e no acumulado de 12 meses. Antes, havia temores de que o superávit viria abaixo da meta. O resultado foi que as taxas de juro futuro caíram, sobretudo nos contratos de prazos mais longos. E isso apesar de mais uma rodada de alta nos juros dos títulos do Tesouro dos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.