Juro futuro segue em queda e mostra otimismo com Copom

O mercado de juros inicia os negócios hoje ainda respondendo à decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de ontem à noite e, principalmente, à possibilidade de o ritmo de corte de juros ser mantido na próxima reunião. O Copom reduziu a taxa Selic em 0,5 ponto porcentual, para 13,75% ao ano. Segundo operadores, o fato de o Copom ter tomado a decisão rapidamente ontem, por unanimidade, e ter divulgado um comunicado curto e objetivo, sem qualquer sinalização a respeito dos próximos passos, abre espaço para que o mercado continue reagindo aos indicadores positivos de inflação. E, dessa forma, avance na aposta de que o juro cairá mais 0,5 ponto porcentual na reunião do final de novembro. Evidentemente, o mercado aguardará a ata do Copom, na quinta-feira da próxima semana, a partir da qual será possível traçar um cenário mais claro. De todo modo, a onda de otimismo que vem embalando os negócios nos últimos dias parece prosseguir. E, na abertura dos negócios hoje, os juros mostram essa disposição em reduzir os prêmios. No pregão de DI (depósito interfinanceiro) da Bolsa de Mercadorias & Futuros, o contrato futuro com vencimento em janeiro de 2008 projetava, às 10h08, taxa de 13,25% ao ano. No fechamento ontem, a taxa era de 13,32% ao ano. A análise do mercado é de que, se o cenário externo não atrapalhar, os juros futuros seguirão caindo. O que pode reduzir a queda dos juros, segundo operadores, é o anúncio do leilão de títulos prefixados, que o Tesouro Nacional fará no meio da tarde. O Tesouro ainda está fazendo a pesquisa de demanda junto às instituições. Mas operadores acreditam que a oferta será expressiva e que o leilão será absorvido sem qualquer dificuldade. Ainda assim, por questões técnicas, é possível que a operação acabe interferindo nos preços.

Agencia Estado,

19 de outubro de 2006 | 10h11

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.