Juro futuro termina o dia praticamente estável

O mercado de juros acomodou-se em um nível próximo ao do fechamento de ontem. Segundo operadores, embora haja sinais de disposição do mercado para melhorar, a expectativa pelo primeiro turno da eleição presidencial no próximo domingo mantém os negócios "travados". O contrato de depósito interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2008, o mais negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), terminou o dia projetando taxa de 13,65% ao ano, em leve alta de 0,07%. Ontem, este mesmo contrato encerrou a 13,64% ao ano. Hoje, segundo operadores, o movimento de recuperação do preço de algumas das principais commodities metálicas trouxe um certo alívio aos mercados. Para analistas, essa recuperação pode ser um sinal de que está no final o processo de realização dos lucros acumulados nesse segmento de negócios ao longo dos últimos quatro anos. Essa discussão - sobre se os preços dos metais chegaram mesmo ao fundo do poço ou se o processo de correção prosseguirá - não está encerrada. De todo modo, hoje, a alta desses preços amenizou o temor de esfriamento econômico mundial e gerou um ambiente mais positivo para os negócios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.