Juro futuro termina perto da estabilidade em dia fraco

Os juros futuros fecharam nesta terça-feira, 22, perto dos ajustes da última quinta-feira, em meio a um giro baixo, no retorno do feriado prolongado. Apesar de a pesquisa Focus ter mostrado que o mercado espera que o IPCA estoure o teto da meta do Banco Central este ano, os operadores continuam divididos sobre qual será a decisão da autoridade monetária em maio, já que a instituição tem dado sinais de que pretende interromper o atual ciclo de aperto.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

22 de abril de 2014 | 16h49

Ao término da sessão regular na BM&FBovespa, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para julho de 2014 (450 contratos) estava em 10,860%, de 10,858% no ajuste de quinta-feira. O DI para janeiro de 2015 (35.270 contratos) marcava 11,02%, no mesmo nível do ajuste anterior. Na ponta mais longa, o DI para janeiro de 2017 (63.050 contratos) projetava 12,35%, ante 12,34%. E o DI para janeiro de 2021 (12.080 contratos) marcava 12,64%, ante 12,67%.

Segundo operadores, apesar das expectativas para o IPCA fechado em 2014 na Focus terem subido de 6,47% para 6,51% (acima do teto da meta, de 6,5%), a projeção suavizada para a inflação em 12 meses à frente caiu de 6,12% para 6,07%. Além disso, o IPCA ponta, medido pela FGV, vem recuando desde a semana passada. Outro fator que pode ajudar a explicar o movimento dos juros hoje é a queda da presidente Dilma Rousseff na pesquisa Ibope divulgada na última quinta-feira, quando o mercado já estava fechado.

"A negociação está muito devagar nos últimos dias. Quem ganha em cima de volume está sofrendo, tentando fazer o bê-a-bá", comenta o operador de uma corretora. Segundo ele, mesmo o fluxo de entrada de investidores estrangeiros observado no início do mês registrou uma arrefecida recentemente.

O Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco afirmou, em relatório, que as expectativas do mercado financeiro mostraram poucas alterações na última semana. Por isso, os negócios com juros futuros exibem pouca alteração, na ausência de dados relevantes hoje e na expectativa pelo que está por vir nos próximos dias.

Tudo o que sabemos sobre:
taxa de juros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.